O sucesso do I Festival da Castanha do Concelho de Tabuaço

2019/11/12

Esteve animada a tradicional festa de S. Martinho de Chavães, evento que decorreu de 9 a 11 de Novembro e que pela primeira vez promoveu o I Festival da Castanha do Concelho de Tabuaço. Três dias de divulgação e de sucesso para um produto característico de Tabuaço e cuja produção tem vindo a aumentar.

Com o objectivo de divulgar e prestigiar um produto que é de qualidade e característico do concelho, a Junta de Freguesia de Chavães, com o apoio da Câmara Municipal, organizou a primeira edição do Festival da Castanha do Concelho de Tabuaço. Como não podia deixar de ser o enfoque esteve na castanha, um produto de qualidade e que tem merecido cada vez mais a atenção e a dedicação dos produtores, assumindo que a castanha de Tabuaço tem qualidade, é um produto de excelência e cuja produção tem aumentado consideravelmente de ano para ano. Segundo informações dos produtores, Tabuaço está a produzir actualmente cerca de 400 toneladas de castanha por ano sendo que a freguesia de Chavães detém quase 60% da produção do concelho. Valores que, sem dúvida, têm peso e importância na economia local.

Associado a este I Festival decorreu ainda um outro evento, o Fim-de-semana Gastronómico de S. Martinho, um desafio da Câmara Municipal proposto aos vários Restaurantes do concelho para que o menu para turistas e visitantes estivesse focado na castanha o que não foi difícil, visto tratar-se de um fruto cuja competência é, sem dúvida, uma das principais características. Das entradas aos pratos principais, sem descurar a originalidade das sobremesas, 14 restaurantes, adegas típicas e bares do concelho apresentaram cardápios originais preparados à base deste fruto nos três dias em que decorreu o Festival. A salientar ainda o Mercado da Castanha com produtos e produtores locais e cujo enfoque esteve também na castanha e nos produtos confeccionados e produzidos à base do fruto, destacando, os bolos ou os licores à base de castanha.

O último dia do Festival contou com a Missa Solene e Procissão em Honra de S. Martinho e, como não podia deixar de ser, o tradicional magusto aberto a toda a população e visitantes.